Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ainda não acabei

"Quem lamenta as suas perdas, olha para os seus próprios pés. E quem olha para os seus pés, acha que o mundo é do tamanho dos seus passos." August Cury

"Quem lamenta as suas perdas, olha para os seus próprios pés. E quem olha para os seus pés, acha que o mundo é do tamanho dos seus passos." August Cury

A dicotomia da vida

tumblr_osccczwjvV1wpxxdxo1_500.png

Prendemo-nos a coisas que achamos importantes. A diz que disse. A situações de pouco valor. E facilmente esquecemos que a vida passa na finidade infinita dos segundos. Que tudo muda. Que tudo acontece. Que não é sendo morno que se vive. Mas sendo quente ou frio que se experiencia a intensidade da condição humana.
Que somos seres sociais mas que se nasce e morre só. Que sorrimos para esconder tristeza e que lágrimas podem ser de alegrias.
Que num abraço cabem vários mundos, mas que o único que é inteiro é o nosso.
Que os sonhos são os caminhos que devemos percorrer. Mas que os nossos passos podem nunca nos levar à sua concretização.
Que a frustração não é sinal de derrota. Mas de exigência e de inconformismo.
Ser forte não é obrigatoriamente uma característica. Mas sim uma obrigação humana. 

E por entre esta dicotomia que nós, homens e mulheres, vivemos sem a menor consciência que aquilo que verdadeiramente importa, não é a razão que se tem, os bens que se possui, as vitórias ou as derrotas que tivemos. Nada disso! O que verdadeiramente importa é que a nossa existência seja recordada como alguém que passou por este mundo fazendo o bem, vivendo cada segundo como se fosse o seu primeiro e o seu último.

Porque um dia, será sozinhos que faremos esta viagem de partida e um outro ser fará a viagem de chegada.

E a vida segue o seu ritmo!

Do outro lado.

index.jpg

Cada dia é uma nova oportunidade que nos é dada,
uma nova janela que se abre,
diante dos meus sonhos e do meu ser.
Onde o copo não está meio vazio, mas pode ficar meio cheio.
Onde o que sou não é fundamentado no que os outros acham.
Onde a marca que deixo naqueles com quem me cruzo é parte do meu ser.
Onde a felicidade depende de mim e não dos que possuo.
Onde cada minuto traz consigo a eternidade finita do momento.

Mas os dias sucedem-se,
as oportunidades passam,
os sonhos desfazem-se,
perdemo-nos por entre becos e encruzilhadas,
e com o passar dos dias, perde-se o sentido da vida.

Balanço

3fc765224d199630190fe096410496c9.jpg

É uma forma única,
num jeito singular.
É um sorriso cativante,
de uma curva incomparável.
É um desejo ardente,
num corpo limitado.
É uma vontade arrebatadora
numa necessidade controlada.
É um olhar sereno,
nas conturbadas vicissitudes
Em suma,
é uma vida preenchida,
num tempo sem pressa.
Onde o equilíbrio é mais do que uma palavra,
é o mastro desta barca que somos.

Sopro de uma vida

sopro.jpg

sem desapego,
sem vaidade.
sem desespero,
sem maldade.

Sem orgulho,
Sem magoar.
Sem barulho,
sem quebrar.

E no seu interior apenas existia aceitação e dedicação.
Sabia que não havia voltar a dar.
Por isso, abraçou a causa como sendo sua e despiu-se dos seus sonhos e dos seus projectos.
Pois sabia que no final, que este era:

Plenitude!

c008e658aa8e8fa21aab4a8bba4cbdcd.jpg

Quantas vezes mais preciso eu de te perguntar?
Quantas vezes mais terei de te explicar?
Quantas vezes mais terei de partilhar contigo a importância que tens na minha vida?

Esquece os livros e os seus "foram felizes para sempre"!
Elimina todos os conceitos e preconceitos!

Valoriza o momento e o sentimento!
Escreve uma nova página e um novo final.

Porque aquilo que sou, só é completo naquilo que és!
E nós "seremos cumplicidades o resto das nossas vidas ou só até amanhecer!"

Vida...

40901dae0839b108eeb91d4bc97e6ebf.jpg

Quando a preocupação dos que amam é a de saber se chegaram tarde, não é de grande valor...

Pior do que chegar tarde é não se saber como se chegou!

O problema não é a hora nem o momento a que chegas, mas sim a forma e a maneira que fazes para que o Agora seja pleno.

Pouco importa a quem gosta a hora ou a história que findaram, quem gosta, gosta e não se preocupa com o que passou.

Quem gosta, não tem tempo, porque ele é o tempo!

Porque sabe que é dele o momento, a possibilidade de mudar a vida do outro para algo superior, para algo que mais ninguém teve a capacidade de o fazer.

Mas a vida, não é tempo!

A vida é feita de escolhas, de entregas, de cumplicidades, de sonhos, de sorrisos, de momentos.

Por isso quem ama, não se importa com o tempo em que chegou mas sim com a forma como chega e como quer ser o pilar na vida do que ama.

E amar é o pedaço de tempo que perdura para lá da eternidade.

E a vida é feita disto!

88c3818c62ad29c303a1c7c8893c1726.jpg

É preciso aceitar que não somos capazes de mudar as pessoas. Mesmo que se possa achar que sim. As pessoas não mudam, elas simplesmente adaptam-se!

É preciso compreender que no amor, ninguém ama mais ou menos. Mesmo que se possa achar que a intensidade é algo capaz de quantificar um sentimento. As pessoas conjugam o verbo amar mas cada um à sua maneira!

É preciso interiorizar que não temos sempre razão ou que somos "donos de uma verdade absoluta". As pessoas têm opinião e é preciso humildade para respeitá-las mesmo quando não concordamos!

É preciso serenidade para aceitar aquilo que não conseguimos compreender. Afinal cada pessoa tem o seu tempo e os seus motivos e Deus tem desígnios insondáveis.

É preciso coragem para sermos fiéis a nós próprios, às nossas crenças, aos nossos sonhos, às nossas vidas. Porque afinal é tão fácil (e frustrante) quando nos atraiçoamos. 

Custa a crer!

998_large.jpg

Se tudo na nossa vida se resumisse ao certo e ao errado, quão limitados seríamos!

Se aquilo que somos se baseasse apenas na opinião dos outros, quão insignificantes seríamos!

Se os nossos sonhos fossem alicerçados nas verdades e decisões dos outros, quão fracos seriam!

Se o tempo fosse igual para todos, quão banal seria!

Porque na verdade,
Não existe ninguém acima ou abaixo de nós.
Não vivemos só de recordações do passado ou só de preocupações do futuro.
Nada nos pertence e tudo nos é oferecido.
É por isso, que digo:
Somos tão especiais e únicos!

Tenho medo!

tumblr_llv7tsjPO41qj6pjz.jpg

 Medo de amar.
Medo de fugir.
Medo de negar.
Medo de confiar.
Medo de me entregar.
Medo de me perder.
Medo de sonhar.
Medo de sofrer.
Medo de morrer.
Medo de me esquecer.
Medo que me esqueçam.
Medo que me rejeitem.
Medo que me neguem.
Medo de não ser amado.
Medo de não ser recordado.
Medo de não significar nada na vida daqueles que amo com todo o meu ser.
Medo desta minha fraqueza.
Medo desta minha humanidade.
Medo de te perder.
Medo de escrever.

Por isso, te digo:
Tenho medo!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me

Calendário

Março 2019

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31