Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ainda não acabei

"Quem lamenta as suas perdas, olha para os seus próprios pés. E quem olha para os seus pés, acha que o mundo é do tamanho dos seus passos." August Cury

"Quem lamenta as suas perdas, olha para os seus próprios pés. E quem olha para os seus pés, acha que o mundo é do tamanho dos seus passos." August Cury

Faz!

11102428.jpg.crdownload

Faz diferença!
 
Quando agradeces;
Quando pedes com licença;
Quando te levantas para ceder o teu lugar a quem precisa;
Quando deixas passar alguém na fila de supermercado;
Quando te calas para não magoar;
Quando beijas para bloquear as palavras;
Quando seguras a porta para que outros passem;
Quando te diriges aos outros com educação;
 
Tudo isso têm um impacto positivo no outro.
E mesmo que ele não o reconheça, o teu ser sabe que fizeste o correto.
 
E são precisos mais gestos desses para que o Mundo seja um pouco melhor.
Para que sentimentos de egoísmo, de pertença, de orgulho, etc. Possam por fim desvanecer.
Por isso, depende de ti o Mundo que queres construir.
Depende dos teus gestos!
Mas depende de ti fazer a diferença!

Simples e bela!

tumblr_liqmptiq4X1qekctfo1_500.jpg

 Há sempre algo mais...
Que escapa à nossa compreensão. Ao nosso pensamento. Ao nosso controlo.
E mesmo quando julgamos estar na posse de todas as informações, há um ponto que deu lugar a uma vírgula. E já toda a história mudou!
Há factos que nos mudam para sempre. Que nos fazem ser mais emotivos e/ou racionais.
Experiências que nos cravam no corpo as marcas dos sacrifícios e dos desamores.
Sentimentos que já não nos fazem "morrer de saudades" ou "correr".
Porque o tempo e a vida nos mostraram, e às vezes da maneira mais bruta, que a nossa pseudo capacidade de controlar tudo, é uma utopia.
Porque a vida não cabe na mente humana. Mas cabe em cada inspiração do ser humano.
Afinal, o que escapa à vida, é a nossa incapacidade de a manter simples e bela.

Simples!

Não te busco no barulho das luzes,
mas no silêncio da escuridão.

Não te procuro na correria das horas,
mas no descanso dos minutos.

Não te idealizo nos dias felizes,
mas no vazio dos dias tristes.

Não te prendo às palavras,
mas nos gestos de carinho.

Se gostar é tão simples,
para quê complicar?

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me

Calendário

Julho 2021

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
Em destaque no SAPO Blogs
pub