Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ainda não acabei

"Quem lamenta as suas perdas, olha para os seus próprios pés. E quem olha para os seus pés, acha que o mundo é do tamanho dos seus passos." August Cury

"Quem lamenta as suas perdas, olha para os seus próprios pés. E quem olha para os seus pés, acha que o mundo é do tamanho dos seus passos." August Cury

Ontem, hoje e sempre!

tumblr_o9t5qmiFrF1rjtx0ao1_1280.png

Há gente que carrega aos ombros o peso do Mundo.
Que se inclina mas que nunca se desequilibra.
Que sabe e que sente que é de joelhos sobre o solo que se tornam gigantes, do tamanho dos seus sonhos.
Que é no silêncio da noite que a sua fraqueza humana se revela.
Em cada lágrima que lhe toca o rosto.
Em cada "Porquê?" que lhe grita o seu Eu.
São escolhas que foram feitas.
Foram decisões que se tomaram.
Mas em todas elas existia, e existe, Amor.

E se há mundos tão pesados, há Homens de grande coragem!

Porque sabem que fazem o que podem, que pedem o que não podem, mas que desistir não é opção.

São Heróis silenciosos!

Apenas isso...

tumblr_static_tumblr_static_6vkqayn4vpsss8kcoo4wcw

  Entra e fecha a porta.
Deixa a música tocar repetidamente.
Deixa a luz desligada.
Peço-te apenas que faças silêncio!
Não quero conversas.
Não quero ver televisão.
Não quero ler.
Não quero mexer-me.
Estou bem assim!
Neste estado de inércia e de pensamento vazio.
Só te peço isso:
Silêncio!
Consegues?

"É bem possível!"

HISTÓRIAS-SEM-GRAÇA-ABRE.jpg

Olho-te e não me sinto entusiasmado com a tua presença.
Falas e a tua voz não capta a minha atenção.
Partilhas as tuas preocupações e em mim não existe a vontade de te ajudar.
O teu toque deixou à muito de me fazer vibrar.
O teu cheiro não o sinto.
O teu beijo não me prende.
E é neste "banho maria" que os dias se sucedem.
Penso se não será isto apenas comodismo?
E no silêncio do meu ser escuto a resposta...

"do tamanho do que vejo!"

2840339.jpgÉ com o passo arrastado que ele marca a sua marcha.
Não tem pressa de chegar, mas a convicção de saber onde vai.

Nas suas costas parece suportar o peso e as dores do Mundo, pelo menos, as do seu Mundo.
Mas a sua fé é inabalável e sabe que sozinho não pode suportar nada, mas
acredita que Algúem o ajuda a transportar esse peso.

E é com o olhar sobre a imensidão do oceano, que decide marcar os
seus dias, porque há muito que perdeu o medo da sua voz interior, do
seu dedo acusador e até do seu julgamento.

Há dias que chora em silêncio.
Porém há outros que em silêncio sorri.
Porque desde de cedo compreendeu que o melhor da vida é aquilo que é feito
em silêncio.

E nós?

Sabemos para onde vamos e como vamos?
Acreditamos de verdade ou só quando nos dá jeito?
Sabemos aceitar as  vicissitudes da vida em silêncio?

Senta-te aqui...
E fala-me de ti, enquanto eu olho o mar!

Senta-te aqui...
E fala-me de ti, enquanto eu olho o mar!

 

por breves minutos!

tumblr_lod1hkcHfN1qihchwo1_500.gif

Que se faça silêncio,
porque o ruído de fora é enorme e
eu preciso de escutar a voz de dentro.

Que se faça silêncio,
porque não preciso que me digas o que devo fazer,
porque eu só o farei quando sentir que é o momento de o fazer.

Que se faça silêncio,
porque a injustiça nasce da emotividade e da falta de discernimento,
e eu não gosto e não o quero ser.

Que se faça silêncio,
porque não quero respostas carregadas de "turbulências",
mas de sentimentos e palavras sinceras.

Que se faça silêncio...

Deixa-me só!

tumblr_m7cakdWKL21rra2joo1_500.jpg

Há momentos em que faltam as palavras.

Em que falta a coragem de exprimir a revolta ou a tristeza que sentimos.

E somos remetidos para um silêncio quase angustiante.

A lágrima faz-se companheira e cúmplice deste momento.

E por isso apenas te peço...

"o teu silêncio apoquenta-me!"

Silêncio

É duro fazer silêncio, quando ouves e vês tanto ruído à tua volta!
É duro estar em silêncio, quando existem tantos juízos de valor e rótulos colocados!
É duro manter o silêncio, quando existe tanta incompreensão e tantas verdades por serem ditas!
É duro oferecer silêncio, no mundo "minado" por uma "meia verdade" e pelo egoísmo!

Mas é preciso estar em silêncio para nunca perder o foco do que é o mais importante!
É preciso fazer silêncio para que o orgulho, a vaidade e a teimosia não sejam a base de qualquer decisão!
É preciso manter silêncio para que as palavras não gerem mais dor!
É preciso oferecer silêncio para que a tempestade passe e o sol volte a brilhar!

Simples!

Não te busco no barulho das luzes,
mas no silêncio da escuridão.

Não te procuro na correria das horas,
mas no descanso dos minutos.

Não te idealizo nos dias felizes,
mas no vazio dos dias tristes.

Não te prendo às palavras,
mas nos gestos de carinho.

Se gostar é tão simples,
para quê complicar?

Certo ou errado?

Existem silêncios preenchidos
e conversas vazias.

Há minutos intermináveis
e segundos efémeros.

Sentimentos que nos prendem
e Pensamentos que nos afastam.

Há mentiras que não ferem
e verdades que não nos deixam ilesos.

Existem medos com convicção
e certezas frágeis.

Há sorrisos tristes
e lágrimas de felicidade.

Existem abraços vazios
e olhares reconfortantes.

E em todos estes momentos, a mesma pergunta:

Certo ou errado?

Tu decides!
Tu escolhes!

Na certeza porém, que aquilo que dás é o que recebes de volta!


 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me

Calendário

Março 2019

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31