Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ainda não acabei

"Quem lamenta as suas perdas, olha para os seus próprios pés. E quem olha para os seus pés, acha que o mundo é do tamanho dos seus passos." August Cury

"Quem lamenta as suas perdas, olha para os seus próprios pés. E quem olha para os seus pés, acha que o mundo é do tamanho dos seus passos." August Cury

Enaltece o EU

original.jpg

Não somos todos iguais. E disso não tenho a menor dúvida.
Não gostamos todos do mesmo.
E não temos todos a mesma perspectiva.
Mas sei que existem coisas que não consigo aceitar!

Porque a verdade é que as opções me "matam".
Que as opiniões me dividem.
Que as criticas me destroem.
E que muitas vontades me "rebentam" por dentro.

Permito então que a razão seja o meu silêncio.
Permito que a emoção me eleve para algo para lá do que sei e do que conheço.
E mesmo quando não consigo expor na plenitude todo meu afeto.
este meu sentir, é naquele momento a forma  que encontro para me libertar das amarras do medo que o sentimento transporta consigo.

Assim é por entre as horas de cada dia que vivo, que tento compreender e aceitar aquilo que tantas vezes
não sou simplesmente capaz de mudar.

E sem medo, aceito que a solidão me faça serenar, para que no fim este coração seja capaz de transbordar.

Agora a sério!

tumblr_nq1kirzGjh1u6bkz3o1_500.jpg

Gestos sem sentido.
Palavras sem significado.
Decisões sem partilha.
Sentimentos sem verdade.

São os segredos que todos nós "carregamos" nas estórias das nossas vidas.
E talvez em algum momento da nossa existência, possa existir um certo arrependimento, por acharmos que se tivéssemos feito de outra forma, talvez o resultado fosse diferente.
Mas será que seria?
Talvez sim, talvez não.
A vida é feita desta obrigação de escolher, desta urgência de decidir.
Onde as suas consequências, são as memórias escritas no livro da nossa vida.
Mas onde não vale a pena rasgar páginas, alterar títulos ou personagens.
O que está feito, feito está! E nós não somos escravos do erro nem dos finais tristes. 

Sem pressa...

61A32.png

 São os sonhos que movem o Homem.
São os gestos que lhe ficam guardados no coração.
São as palavras que lhe preenchem a mente.
São as atitudes que lhe revelam a grandeza.
São as convicções que lhe mostram a força dos passos.
São os sorrisos que o fazem descobrir a felicidade.

Então para quê deturpar esta sequência?
Valerá a pena?

Seremos sempre os donos dos nossos pensamentos, palavras e acções.
Mesmo que teimem em dizer-nos o contrário.

​​E quando alguém decidir afastar-se de mim, que leve um pouco do melhor que sou e do que tenho.
Mesmo que nesse momento, para aquela pessoa, não exista esse reconhecimento.

Mas que isso não seja motivo para me fechar aos outros.

Porque afinal, a seu tempo tudo será revelado.
E em mim não existe a pressa da revelação, mas antes a urgência em amá-los!

É assim que nasce....

images.jpg

 A cadência de palavras que surgem de forma inesperada e que se ligam e unem de uma forma inexplicável, dando forma a um sentir, a um pensar.
E eu limito-me a tentar ordena-las de um maneira que façam sentido (o meu sentir), que não percam o seu significado e importância. Para que exista um final, uma conclusão (como se tudo na vida tivesse sempre uma) mas é urgente que tenha.
Porque uma vida sem conclusões é uma vida vazia de formas, de significados mas é acima de tudo uma vida sem decisões.
E existem decisões que nos marcam;
Palavras que prevalecem;
Sentimentos que não desaparecem;
Cheiros que ficam;
Toques que não se esquecem.
Pensamentos intemporais.
Tanta coisa infinita, para algo tão limitado, tão insuficiente, tão frágil.
Mas a palavra tem uma força incalculável, que é preciso respeitar e colocar de forma correta, para que não se perca no infinito, onde não é nada e é tudo ao mesmo tempo.
Onde o que importa não é quem sente e como sente mas a forma lhe dá, como a usa.
E é tão fácil alterar a sua essência...

Plenitude!

c008e658aa8e8fa21aab4a8bba4cbdcd.jpg

Quantas vezes mais preciso eu de te perguntar?
Quantas vezes mais terei de te explicar?
Quantas vezes mais terei de partilhar contigo a importância que tens na minha vida?

Esquece os livros e os seus "foram felizes para sempre"!
Elimina todos os conceitos e preconceitos!

Valoriza o momento e o sentimento!
Escreve uma nova página e um novo final.

Porque aquilo que sou, só é completo naquilo que és!
E nós "seremos cumplicidades o resto das nossas vidas ou só até amanhecer!"

És o meu pensamento!

11380967_889826877741122_1278135631_n.jpg

Fecho os olhos e vejo o teu sorriso a iluminar a minha escuridão.


Olho a minha mão e imagino-a a segurar a tua. Os meus dedos entrelaçados nos teus.


Sinto no meu peito o bater do teu coração e o calor do teu abraço.


O sabor do teu beijo sabe a morango e inunda todo o meu palato.


Oiço a tua respiração junto do meu ouvido e o doce som da tua voz dizendo "Gosto de ti!".


E nesta loucura do sentir, não há regras nem limites. Porque eu te quero mais do que te posso dizer e escrever.

A sério!

tumblr_li4jv8bb9R1qhlqbmo1_400.jpg

 Sinto o teu calor nas manhãs frias.

Sinto o teu cheiro nas tardes chuvosas.

Sinto o teu sabor nos finais de tarde.

Sinto a tua presença nas noites quentes.

Sinto a tua força nas ondas do mar.

Sinto o teu toque nas tardes de brincadeira.

Sinto a tua presença nos gestos de uma criança.

Sinto a tua confiança em cada amanhecer.

E mesmo assim teimo em ignorar tudo isto.

por breves minutos!

tumblr_lod1hkcHfN1qihchwo1_500.gif

Que se faça silêncio,
porque o ruído de fora é enorme e
eu preciso de escutar a voz de dentro.

Que se faça silêncio,
porque não preciso que me digas o que devo fazer,
porque eu só o farei quando sentir que é o momento de o fazer.

Que se faça silêncio,
porque a injustiça nasce da emotividade e da falta de discernimento,
e eu não gosto e não o quero ser.

Que se faça silêncio,
porque não quero respostas carregadas de "turbulências",
mas de sentimentos e palavras sinceras.

Que se faça silêncio...

(RE)Encontro

tumblr_lxtlsybgjR1qfb46yo1_500_large-e132688561199Procurei abrigo em outros braços só para procurar
a minha segurança...

Almejei sentir só para compreender
o que sentia...

Decidi percorrer caminhos só para buscar
o meu caminho...

Pronunciei palavras para entender
a minha palavra...

Ousei tocar outros corações para encontrar
a minha verdade...

 

E por fim, pude aprender

que o que somos, brota de coração apaixonado.

Que o exemplo convence mais do que a palavra.

Que um Homem só é livre quando aceita a sua limitação.

Que se pode cair de pé, mas nunca é inferior quando se ajoelha.

 

A tua parte em mim...

tumblr_loyt1bseo41qgc0ou.jpg

Ai meu amor...

Se tu soubesses como o tempo corre mais depressa quando estás comigo
e a eternidade que acontece quando estás longe...

Se tu conseguisses imaginar a velocidade a que o meu sangue é bombeado quando me tocas
e a inércia que se abate sobre mim quando não estás comigo...

Se tu soubesses a sofreguidão que sinto quando me beijas
e a ausência de desejo que sofro quando te separas de mim...

Se tu pudesses contabilizar os sonhos em que tu entras na minha vida
e a falta de imaginação que tenho quando estou sem ti...

Se tu conseguisses mensurar as borboletas que nascem em mim por tua causa
e aquelas que partem juntamente contigo...

Se tu sentisses o arrepio que me provocas quando me olhas
e a privação de sensações que tenho quando decides ir...

Se tu tivesses a minima noção como sinto saudades quando implicas comigo
e o aborrecimento que vivo quando tudo está certo porque não estás aqui...

Talvez percebesses, que sou muito mais completo quando estou contigo, do que aquilo que imaginas.
Que tudo faz mais sentido quando estás do que quando te ausentas.
E desculpa se não sou tantas vezes capaz de verbalizar tudo isto e muito mais.

 

Mas a verdade é que tu fazes brotar o melhor de mim!

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me

Calendário

Março 2019

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31