Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ainda não acabei

"Quem lamenta as suas perdas, olha para os seus próprios pés. E quem olha para os seus pés, acha que o mundo é do tamanho dos seus passos." August Cury

"Quem lamenta as suas perdas, olha para os seus próprios pés. E quem olha para os seus pés, acha que o mundo é do tamanho dos seus passos." August Cury

Recordar

m000134796.jpg

A recordação
nem sempre tem um sabor agradável.
E muitas vezes é uma viagem que perdura tempo a mais do que devia.
A recordação
faz-nos ter a noção do percurso que fizemos até ao hoje.
Dos sacrifícios, das vitórias e das derrotas.
A recordação
é o momento em que nos apercebermos que existem "coisas" que o tempo não apaga nem o olfato esquece.
Mas a recordação será sempre um momento de intimidade com o nosso Eu.
Pois para lá da saudade ou da dor, existe uma página que não se rasga.

Livro de recordações

tumblr_inline_ms460dOhkI1qz4rgp.jpgEra um sonho como muitos outros, tinha uma vontade e uma forma. Tinha um jeito único de existir.
Com dias inesquecíveis e horas marcantes.
Mas também tinha meias verdades e meios sentir.
Havia momentos de afastamento e de silêncio, onde a individualidade era presença.
Queriamo-nos assim.
Gostavamo-nos assim.
Conheciamos o som da gargalhada sincera, da partilha de uma banal garrafa de vinho que se transformava especial.
Havia letras de músicas que se alteravam do nosso jeito.
E expressões só nossas.
Mas um dia, o sonho afastou-se e o "ficar" partiu, sobraram apenas as recordações que preenchem o tempo de uma vida que foi partilhada do nosso jeito.

Por onde vim

tumblr_m9yoyhEMKA1qlzvnlo1_500.jpgSão recordações que se guardam.
São momentos que se colecionam.
São histórias que se amontoam.

São as opções que fizemos.
São as lágrimas que derramámos.
São os abraços que demos.

É este o caminho que percorri até ao hoje.
É esta a construção do homem que sou.
É aqui que compreendo, que não foi fácil mas que cheguei.

E agora?
O que me reserva o futuro?
Que decisões me esperam?

Na verdade não me interessa.
Porque as gavetas do meu ser estão organizadas com o essencial e vazias de coisas supérfluas.
Porque ao meu redor caminham aqueles em quem confio.
E o sol brilha intensamente!

 

É agora...

uc_ilford_13_1.jpgHoje decidi regressar:
- aos lugares que sempre foram meus, mas que decidi afastar-me;
- às pessoas que sempre me quiseram independentemente das circunstâncias;
- às recordações que sempre existiram e tantas vezes decidi ignorar;
- às fotografias que me fazem voar para um tempo que julguei perdido em mim;
- às músicas que te transportam e me falam de ti em cada nota;
- às palavras que julguei vazias de sentimento.
E hoje percebo que esta é a minha essência e que por muito que eu a possa negar, esquecer e até negligenciar, haverá um momento em que acabarei por voltar a ela.
E demore o tempo que demorar, a verdade é que um dia todos voltaremos.
E hoje foi o meu dia...

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me

Calendário

Março 2021

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031
Em destaque no SAPO Blogs
pub