Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ainda não acabei

"Quem lamenta as suas perdas, olha para os seus próprios pés. E quem olha para os seus pés, acha que o mundo é do tamanho dos seus passos." August Cury

"Quem lamenta as suas perdas, olha para os seus próprios pés. E quem olha para os seus pés, acha que o mundo é do tamanho dos seus passos." August Cury

Cabe?

Queremos tanto viver em paz

08.webp

que abdicamos de tanta coisa.
 
Queremos tanto sentir a harmonia
que nos esforçamos muito por agradar aos outros.
 
Queremos tanto experienciar o amor
que nos obrigamos a ficar.
 
E no meio de tudo isto, vamos esquecendo quem somos.
 
E importa recordar que nem sempre temos de nos encolher para caber na vida daqueles que estão ao nosso redor.

A (re)fazer(-me) (n)o caminho

Parece ser o mais fácil. A escolha mais simples. A fuga perfeita. Aquela que surge sempre como a única escapatória. 

Só que não é.

Porque há vozes dentro de mim que surgem. Porque há tormentas em que não basta a dose de coragem e de ousadia para as contornar.

Amar-me é tão difícil quão necessário. Abraçar-me é tão importante quão proteger-me.

Porque se um coração destruído é complicado, não imaginas o quão complexo é um ser destroçado...

Só que "o essencial é invisível aos olhos!"...

E aqui fiquei. A (re)fazer(-me) (n)o caminho.

Voltas e mais voltas.

baloiço.jpg

 É um constante vai e vem, este onde me encontro.
Como se o mundo não tivesse infinitas ofertas e as opções fossem restritas.
É um baloiço de sentimentos. Onde aquilo que sinto não se adapta ao que observo.
E eu vagueio por entre verdades e mentiras, por entre vontades e palavras.
Apetece-me partir, mas tenho de ficar.
E mesmo aqueles que me rodeiam... Que me desculpem, mas há muito que não me identifico com eles.
Não gosto deste sentir.
Não me identifico com ele.
Mas também não lhe consigo dizer que não!
Estou perdido por entre gente que se diz determinada e convicta. Que sabe sempre o que quer, que nunca erra, que raramente tem dúvidas, que nunca falha uma previsão, que sabe sempre o que dizer em cada momento da sua existência.
E eu, em deambulações tentado perceber e compreender o que me vai na alma.
Porque de uma coisa sei.
Não busco a perfeição humana.
Apenas a felicidade de um ser vivo!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me

Calendário

Maio 2024

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031
Em destaque no SAPO Blogs
pub