Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ainda não acabei

"Quem lamenta as suas perdas, olha para os seus próprios pés. E quem olha para os seus pés, acha que o mundo é do tamanho dos seus passos." August Cury

"Quem lamenta as suas perdas, olha para os seus próprios pés. E quem olha para os seus pés, acha que o mundo é do tamanho dos seus passos." August Cury

Like?

8d53b1a337ff8007f649c45f50683c46a8a035e6_hq.jpg

Vivemos tempos diferentes,
onde tudo se partilha,
onde tudo é capturado,
onde o "like" é muito importante,
onde um simples "tag" parece abrir portas de sociedades e grupos privados.
Onde todos tem uma opinião e um palpite.
Onde a aprovação de um amigo virtual ou de um desconhecido é fundamental para sabermos se temos sucesso ou não.
Mas a verdade, é que as melhores coisas/sentimentos do Mundo, não são aquelas que são partilhadas no Mundo virtual, mas sim aquelas que são partilhadas no silêncio e no anonimato virtual, com aqueles que amamos e que nos provam estar ao nosso lado sobre qualquer circunstância.

É chegada a hora!

tumblr_lj5mxnfaan1qhmfr9o1_500.jpgPassei meses,
com o desejo de te tocar.
Contei horas,
na ânsia de te ver.
Esperei minutos
com vontade de te beijar.

E a Primavera deu lugar ao Verão
assim como o sol deu lugar à chuva.
E de ti nem sinal!
Foi então que percebi, que era o momento de ir.
Mas sem olhar para trás,
sem peso da culpa ou com a expectativa do "se".
Ir liberto do remorso e da culpa fácil.
Caminhar na plenitude do meu ser e da minha essência.
Mas ir com determinação e sem aflição.
E eu fui...

 

Sem medos!

4f7bceaa59e189ac903a95bfd39b2591.jpgE um dia descobrimos que:
há um sonho por realizar;
um local por visitar;
um sentimento que permanece;
um perfume que não se esquece.

E que por mais que se queira,
não se pode fugir das opções que foram feitas.
Não vale a pena o arrependimento ou a desilusão,
vamos onde queremos ir e estamos onde decidimos estar!


E esta... é a talvez a verdade mais dura e aquela que tanto tentamos camuflar.

 

Escolhas!

Tumblr-Namorados.jpgSe a fragilidade fosse uma limitação do nosso ser,
o céu nunca seria o limite!

Se o sorriso fosse sempre verdadeiro,
a lágrima silenciosa não existia.

Se o dar-se fosse uma forma de estar na vida,
a inércia seria apenas um momento.

Se o olhar fosse para lá do simples gesto,
abrir o coração seria uma consequência!

Se existisse sempre a mesma convicção nos nossos passos,
não se prometia mundos e fundos!

Se a felicidade fosse, verdadeiramente, a nossa meta,
nunca receberíamos a água fria que está no balde.

Se no Amor não existisse sempre um se,
saberíamos gritar a plenos pulmões: Amo-te!

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me

Calendário

Julho 2018

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031