Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ainda não acabei

"Quem lamenta as suas perdas, olha para os seus próprios pés. E quem olha para os seus pés, acha que o mundo é do tamanho dos seus passos." August Cury

"Quem lamenta as suas perdas, olha para os seus próprios pés. E quem olha para os seus pés, acha que o mundo é do tamanho dos seus passos." August Cury

Waterfall

tumblr_nquiosuUQw1smapx8o1_500.jpg.png

Os dias passam com uma rapidez vertiginosa.
Onde quem chega traz um problema.
E espera encontrar um amparo.
São horas que se abdicam.
São os projectos que temos que colocar em modo “pause”.  
É toda a nossa vida que abranda para que o outro descarregue o peso da mala.
Quem chega não quer resposta ao “Como estás?”.
Quem parte não se interessa de como se fica.
Vai mais leve, mais sereno, mais feliz.
Aquele que fica não importa.
E desta forma consigo perceber que:
A amizade tem um custo.
O amor paga um preço.
Que o sonho é feito de partilhas, mas as tormentas de solidão.
Que nas noites frias me aconchega a sombra do meu ser.
Mas que nos dias de sol, muitos virão aproveitar.

Cansado.
É neste estado que me encontro.
Farto desta gente que “usa e deita fora”.
Porque tudo é descartável.
Tudo menos as suas causas, os seus problemas ou os seus dramas.
Gente que se acha sol, mas não se apercebeu que é lua.
Que vivem na sombra da paz de uns e que reflectem o brilho de outros.

Sei que não sou melhor do que ninguém.
Mas de uma coisa eu sei, partilha não é nada disto.
A isto eu chamo de “egoísmo”.
E eu não preciso disso!

não espero muito!

Passing-time.jpg

Um dia vão perceber,

que mais do que parecer,
é preciso ser.

 

Um dia vão compreender,

que mais do que dizer,
é preciso fazer.

 

Um dia vão entender,

que mais do que exigir,
é preciso dar.

 

Um dia vão sentir,

que mais do que afastar,
é preciso juntar.

 

Um dia vão alcançar,

que mais do criticar,
é preciso elogiar.

 

Mas até lá...

"o teu silêncio apoquenta-me!"

Silêncio

É duro fazer silêncio, quando ouves e vês tanto ruído à tua volta!
É duro estar em silêncio, quando existem tantos juízos de valor e rótulos colocados!
É duro manter o silêncio, quando existe tanta incompreensão e tantas verdades por serem ditas!
É duro oferecer silêncio, no mundo "minado" por uma "meia verdade" e pelo egoísmo!

Mas é preciso estar em silêncio para nunca perder o foco do que é o mais importante!
É preciso fazer silêncio para que o orgulho, a vaidade e a teimosia não sejam a base de qualquer decisão!
É preciso manter silêncio para que as palavras não gerem mais dor!
É preciso oferecer silêncio para que a tempestade passe e o sol volte a brilhar!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me

Calendário

Março 2019

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31