Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ainda não acabei

"Quem lamenta as suas perdas, olha para os seus próprios pés. E quem olha para os seus pés, acha que o mundo é do tamanho dos seus passos." August Cury

"Quem lamenta as suas perdas, olha para os seus próprios pés. E quem olha para os seus pés, acha que o mundo é do tamanho dos seus passos." August Cury

"É agora?"

6E6BD77B-1183-4C24-9004-07A390E7739F.jpeg

Há no ar um sabor de dúvida, de incerteza, de medo.
Que nos questiona,
que nos impele a agir.
Que nos exige algo mais do que aquilo que estamos dispostos a dar neste momento.
 
"É agora?"
 
Perguntamo-nos demasiadas vezes, numa esperança vazia, de que o vento nos traga a resposta.
Que alguém nos diga "é sim!".
Que num rasgo de sorte, o caminho que temos de percorrer se ilumine.
 
Só que nada disto acontece. E pior, a pergunta continua a existir...
 
"É agora?" não é uma pergunta filosófica, não é uma pergunta de introspecção. Não!
É sim, uma pergunta de inquietação que nos impulsiona para uma acção, um movimento, uma consciência, uma mudança!
 
É agora que tens de agir!
É agora que tens de amar(-te)!
É agora que tens de abraçar(-te)!
É agora que tens de arriscar!
É agora que podes mudar aquilo que não gostas!
É agora que podes fazer diferente!
É agora que podes fazer acontecer!
 
Na verdade, esta pergunta "é agora?" só precisa que confies no que sentes, no que és, nos teus sonhos, na tua essência!

 

Para onde te moves?

rotina.jpg

É uma corrida louca, esta a que nos dispomos a viver.
Onde os anos parecem meses,
os meses parecem dias
e os dias são segundos.
 
Onde "estar" nem sempre significa "presente";
Onde "ir" nem sempre significa "querer";
Onde "falar" nem sempre representa "sentir".
Mas onde "ser visto" é o mais importante!
 
Que corrida louca esta!
 
Onde "sentir" é fraqueza e "pedir" é inaceitável!
Onde "parecer" elimina o caminho que se deve fazer "para ser"!
Onde "ter" não é a consequência mas é a regra da aceitação!
 
Para onde vamos?
Porque deixamos que outros ditem aquilo que devemos ser e acreditar?
 
É preciso coragem, para afirmar aquilo que somos!
É preciso determinação, para alcançar aquilo que nascemos para ser!
É preciso respeito, por quem somos e de onde viemos!
É preciso amar-me antes de tudo!
 
E tantas vezes é aqui, nesta negligência, que a corrida se inicia... 
 

Se fosse fácil...

tumblr_lgf6zpf3pm1qchfpro1_500.jpgAcreditamos sempre
para lá do que o coração sente e nem sempre sabemos gerir essa expectativa.

Acreditamos sempre
que existe algo mais do que aquilo que os nossos olhos alcançam e tantas vezes é só uma simples ilusão.

Acreditamos sempre
que alguém volta porque é especial para nós e quase sempre sabemos que não voltará.

Acreditamos sempre
que quando escolhemos é o melhor para nós e tantas vezes é apenas o mais fácil.

Acreditamos sempre
em amores cinematográficos e quase nunca os conseguimos viver na vida real.

Acreditamos sempre
que nada nem ninguém compreende o que sentimos e tantas vezes optamos pelo silêncio.

Acreditamos sempre
que olhar para o passado é um sinal de fraqueza e esquecemos que tantas vezes não vivemos o hoje mas o amanhã e isso, é cobardia.

Acreditar é parte fundamental e integrante da condição humana.
Mas muitas vezes esquecemos que não basta apenas acreditar, é preciso agir.
E agir, exige determinação e convicção!

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me

Calendário

Julho 2024

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031
Em destaque no SAPO Blogs
pub