Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ainda não acabei

"Quem lamenta as suas perdas, olha para os seus próprios pés. E quem olha para os seus pés, acha que o mundo é do tamanho dos seus passos." August Cury

"Quem lamenta as suas perdas, olha para os seus próprios pés. E quem olha para os seus pés, acha que o mundo é do tamanho dos seus passos." August Cury

Só Amor!

tempo-cura-o-passado.jpg

Achamos que o tempo cura tudo.
Que nos apaga da memória as pessoas, os locais, os cheiros, os toques, etc.
E na verdade, o tempo não apaga nada.
Apenas nos ensina que há uma vida para lá disto.
Que não se morre porque acabou.
Que a nossa vida não deixa de fazer sentido só porque alguém decidiu sair dela.
E que um dia saberemos aceitar a sua ausência a nosso lado, sem que isso nos prive da paz que alcançámos.
Que nos iremos lembrar da forma do seu sorriso, do seu jeito peculiar, do seu toque ou do seu cheiro. Sem que isso no faça sentir a vontade de regressar.
Porque afinal se fosse bom, era presente e não uma lembrança do passado.
E ao fim e ao cabo, é isso que o tempo nos mostra. É esta a cura que o tempo nos oferece.
Por isso, sejamos hoje aquilo que não fomos no passado.
Que saibamos oferecer hoje aquilo que por receio não partilhamos ontem.
Sem medos e sem pressões.
Porque afinal, na nossa finidade somos infinito.
Pois só assim saberemos compreender que o Amor não se conjuga no passado.

 

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me

Calendário

Fevereiro 2018

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728