Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ainda não acabei

"Quem lamenta as suas perdas, olha para os seus próprios pés. E quem olha para os seus pés, acha que o mundo é do tamanho dos seus passos." August Cury

"Quem lamenta as suas perdas, olha para os seus próprios pés. E quem olha para os seus pés, acha que o mundo é do tamanho dos seus passos." August Cury

Respira fundo e vai!

Há momentos em que a vida tende a mostrar-nos a sua dureza.
Onde sentimos que o chão nos fugiu debaixo dos pés.
Onde as perguntas sem resposta são ecoadas vezes sem conta.
Onde questionamos a “justiça divina” ou o mal que fizemos ao Ser supremo.
E somos invadidos pelo sentimento de injustiça que nos inquieta a mente e o coração.
Considerámo-nos os piores seres à face da terra.
Mas nada mais errado!
Que não nos engane o nosso ego ou a nossa mente.
Esta dureza pode ser encarada como uma enorme “dor de cabeça” ou podemos olhar para ela como uma oportunidade...
Sim, uma oportunidade!
Porque ela, a dureza, aproxima-nos da essência da vida. Onde o futuro continua a ser longínquo e apenas nos devemos focar no agora.
Onde um abraço, um beijo, um sorriso, um gesto de afecto, uma palavra, etc. terão um novo sabor.
Um doce sabor!
Um novo perfume percorrerá a nossa vida e na vida daqueles que nos rodeiam.
Porque na verdade, nenhuma dureza é demasiado forte ou demasiado resistente para que o AMOR não consiga vencer!
Porque por maior que seja a dor, a nossa revolta, a nossa incompreensão, etc.
Nada é maior que o AMOR!
Por isso, “take your time”, respira fundo e vai!
Mas vai com a convicção de que o AMOR tudo pode e tudo suporta!

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me

Calendário

Agosto 2015

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031
Em destaque no SAPO Blogs
pub