Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ainda não acabei

"Quem lamenta as suas perdas, olha para os seus próprios pés. E quem olha para os seus pés, acha que o mundo é do tamanho dos seus passos." August Cury

"Quem lamenta as suas perdas, olha para os seus próprios pés. E quem olha para os seus pés, acha que o mundo é do tamanho dos seus passos." August Cury

Por onde começar...




Por onde começar se...
Julgo ser o que vejo, e vejo-me outro.
Julgo ser o que sinto, e sinto-me outro.
Julgo ser o que sonho, e sonho-me outro.
Julgo ser o que penso, e penso-me outro.
Há uma tristeza que me olha com outros olhos.
Há uma melancolia que me sente de outros sentidos.
Há uma distância entre a minha imagem e a minha essência.
O que sou afinal?
Que abismo é este que me divide?
Que ser é este que me chora?
Que sentimento é este que me enfraquesse?
Que vazio é este que não se preenche?
Hoje...um silêncio mudo.



Uma braçada amiga


p.s. Texto escrito pela D'Aquela

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me

Calendário

Julho 2008

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031