Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ainda não acabei

"Quem lamenta as suas perdas, olha para os seus próprios pés. E quem olha para os seus pés, acha que o mundo é do tamanho dos seus passos." August Cury

"Quem lamenta as suas perdas, olha para os seus próprios pés. E quem olha para os seus pés, acha que o mundo é do tamanho dos seus passos." August Cury

"o amanhã é sempre longe demais"

43.jpg

Existe em cada um de nós uma crença asfixiante, uma esperança de reconhecimento.

Como se isso nos desse algum tipo de suporte. 

Frequentemente achamos que o futuro nos trará uma gratificação. Seja pela dedicação, pelo amor, pela entrega, etc.

Que num determinado momento da nossa existência tivemos por alguém, seja namorado (a), seja pais, seja filho(a), seja amigo (a), etc.


Só que esse "um dia" é tão incerto e longínquo, que o nosso ego pode nunca o viver. 
Cabe-nos aceitar o que o "agora" nos dá, sem colocar "se's" ou "mas".

Porque afinal, "o amanhã é sempre longe demais". 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me

Calendário

Fevereiro 2023

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728
Em destaque no SAPO Blogs
pub