Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ainda não acabei

"Quem lamenta as suas perdas, olha para os seus próprios pés. E quem olha para os seus pés, acha que o mundo é do tamanho dos seus passos." August Cury

"Quem lamenta as suas perdas, olha para os seus próprios pés. E quem olha para os seus pés, acha que o mundo é do tamanho dos seus passos." August Cury

"É agora?"

6E6BD77B-1183-4C24-9004-07A390E7739F.jpeg

Há no ar um sabor de dúvida, de incerteza, de medo.
Que nos questiona,
que nos impele a agir.
Que nos exige algo mais do que aquilo que estamos dispostos a dar neste momento.
 
"É agora?"
 
Perguntamo-nos demasiadas vezes, numa esperança vazia, de que o vento nos traga a resposta.
Que alguém nos diga "é sim!".
Que num rasgo de sorte, o caminho que temos de percorrer se ilumine.
 
Só que nada disto acontece. E pior, a pergunta continua a existir...
 
"É agora?" não é uma pergunta filosófica, não é uma pergunta de introspecção. Não!
É sim, uma pergunta de inquietação que nos impulsiona para uma acção, um movimento, uma consciência, uma mudança!
 
É agora que tens de agir!
É agora que tens de amar(-te)!
É agora que tens de abraçar(-te)!
É agora que tens de arriscar!
É agora que podes mudar aquilo que não gostas!
É agora que podes fazer diferente!
É agora que podes fazer acontecer!
 
Na verdade, esta pergunta "é agora?" só precisa que confies no que sentes, no que és, nos teus sonhos, na tua essência!

 

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me

Calendário

Setembro 2023

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
Em destaque no SAPO Blogs
pub