Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ainda não acabei

"Quem lamenta as suas perdas, olha para os seus próprios pés. E quem olha para os seus pés, acha que o mundo é do tamanho dos seus passos." August Cury

"Quem lamenta as suas perdas, olha para os seus próprios pés. E quem olha para os seus pés, acha que o mundo é do tamanho dos seus passos." August Cury

Arca de sonhos...


Podemos fugir…
Podemos esconder-nos…
Podemos abafar essa voz…
Podemos sobrecarregar o nosso tempo…
Mas até quando?

Até quando, vamos parar e admitir que temos que fazer o filme da nossa vida?
Que temos de nos “sentar” o ver este filme sem cortes, sem intervalos, sem duplos, sem «mas» e «talvezes»?
Quando é que teremos a coragem de «baixar a guarda» e soltar o Homem que existe em nós, que carrega em si sonhos, sentimentos, medos, alegrias, dores, dúvidas, etc?
Quando é que teremos a humildade de sermos sinceros, uma vez que seja, com nós mesmos?
Quando é que teremos a dignidade de nos olharmos olhos nos olhos?
Quando?

Talvez este seja o momento…
Talvez esta seja a hora…
Ousa…

E talvez vejas que muitas coisas erradas foram feitas e ditas…
Que tiveste muitas vitórias e algumas derrotas, mas que continuaste…
Que o teu caminho nem sempre foi uma linha recta, mas que tu sempre o percorreste…
Que nem sempre foste feliz, mas que fizeste tudo para o ser…
E chegarás à conclusão que hoje és muito mais valioso do que pensavas ser.
Apenas porque ousaste abrir a “arca” da tua vida e ouvir a voz mais genuína que possuímos… O nosso coração.

Uma braçada amiga

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me

Calendário

Junho 2008

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930