Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ainda não acabei

"Quem lamenta as suas perdas, olha para os seus próprios pés. E quem olha para os seus pés, acha que o mundo é do tamanho dos seus passos." August Cury

"Quem lamenta as suas perdas, olha para os seus próprios pés. E quem olha para os seus pés, acha que o mundo é do tamanho dos seus passos." August Cury

A imagem no espelho…


Teria algum interesse, se tivéssemos de alguma forma algum poder, para podermos visualizar a nossa imagem. Não aquela que é reflectida no espelho, pois essa assenta na imagem que pensamos ter ou que tentamos transmitir.
Seria sim, a nossa imagem aos olhos dos outros…
Quão diferente seria, a ideia que existe em nós e aquela que existe nos outros;
Quão diferente seria, quando ao visualizarmos as nossas atitudes, os nossos gestos e as nossas palavras, não utilizássemos a nossa razão ou os nossos motivos, mas sim, os sentidos dos outros;
Quão fantástico seria…
Porque seriamos então, capazes de perceber e de viver a expressão, tantas vezes utilizada: “ Coloca-te no meu lugar”.
E quantas vezes este “jogo” é tão duro e difícil de jogar.
Mas um dia, seria interessante jogá-lo de verdade e com verdade, já que de facto nenhum poder temos ou nos será dado, a não ser o poder da consciência.
E esse é tantas vezes refractado ou simplesmente silenciado.
Mas a verdade, é que a imagem existe… E tal como numa conversa, aqui existe um emissor e um receptor…

Uma braçada amiga

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me

Calendário

Julho 2009

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031