Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ainda não acabei

"Quem lamenta as suas perdas, olha para os seus próprios pés. E quem olha para os seus pés, acha que o mundo é do tamanho dos seus passos." August Cury

"Quem lamenta as suas perdas, olha para os seus próprios pés. E quem olha para os seus pés, acha que o mundo é do tamanho dos seus passos." August Cury

O que queres Tu de mim?

oracao-arrependimento.jpg

É esta espera que me vai matando pouco a pouco.
É esta indecisão que me vai consumindo minuto após minuto.
É esta revolta que vai preenchendo o vazio deixado pela crença.
É esta angústia que se apodera da esperança que se vai esvaindo.
É esta dor que me desespera por um sinal Teu.

É esta vontade revoltante de saber por onde andas quando preciso de Ti...
É este o momento em que prostrado no chão diante de Ti, já sem a força e a coragem de "outras lutas",
que Te olho e Te pergunto...

De dentro!

tumblr_lddog6bkjY1qen96jo1_500.jpg

Não me prometas amor eterno,

mas antes um amor que seja intenso.

 

Não me digas que estarás sempre lá,
diz-me antes, que quando estiveres, estás de uma forma plena.

 

Não me cries a expectativa de que só se vive se voarmos.
Prefiro ter a certeza que nos bons e maus momentos estaremos juntos.

 

Não me iludas dizendo que o sol irá brilhar todos os dias.
Conta-me antes, que nos dias em que não o vejo, não significa que a sua chama se tenha apagado.

 

Não me tentes mostrar só o que queres e o que achas que preciso de ver.
Porque para ser melhor, preciso de olhar o mundo na sua plenitude. Mesmo quando custa!

 

Não me tentes explicar aquilo que tantas vezes não consegues aceitar.
Prefiro antes aceitar a minha limitação humana para perceber que há desígnios que são insondáveis.

 

Não me digas o que devo fazer ou dizer a cada momento.
Diz-me antes, "escolhe e age livremente!".

 

E se no fim disto tudo nada for perfeito...

Não te preocupes, porque a perfeição é um caminho e não um status! 

Não ficou um "até já!"

tumblr_lcluysS84D1qe274ao1_500.jpg

Sentia-te cada vez mais longe e pensei ser ilusão.

Via que o brilho do teu olhar estava a diminuir e não acreditei.

O teu abraço perdeu intensidade e eu julguei ser cansaço.

O teu sorriso foi dando lugar a um rosto indiferente e achei que era apenas um mau momento meu.

Os teus passos abrandaram e eu acreditei que não importava correr, mas antes pisar forte.

E um dia tu saíste sem olhar para trás.

E nesse momento percebi que a porta se fechara para sempre!

Por menos... não!

Se te dás é porque acreditas.
Se confias é porque sentes.
Se te projectas é porque sonhas.
Se te faz vibrar é porque ecoa dentro de ti.
Se sorris é porque te faz feliz.
Se anseias é porque te importas.

E na nossa vida, menos do que isto,
não merece o esforço ou o empenho.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me

Calendário

Fevereiro 2022

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728
Em destaque no SAPO Blogs
pub