Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ainda não acabei

"Quem lamenta as suas perdas, olha para os seus próprios pés. E quem olha para os seus pés, acha que o mundo é do tamanho dos seus passos." August Cury

"Quem lamenta as suas perdas, olha para os seus próprios pés. E quem olha para os seus pés, acha que o mundo é do tamanho dos seus passos." August Cury

Simplicidade!

624771_171.jpgA vida não se define pelos bens materiais que possuímos ou pelos que ambicionamos vir a ter.

A nossa vida é definida pela força das nossas acções, pela verdade que habita no nosso coração. Porque de nada me serve possuir todos "os tesouros do Mundo", se perder o meu "bem mais precioso" a cada momento da minha existência.

Porque para se viver, é preciso a coragem para olhar para algo e deseja-lo ardentemente.

E isso, só acontece quando o Amor habita em nós.

 

Só depende de ti...

tumblr_locozcTJA61qjqn4yo1_400.jpg

Já vi sorrisos que se transformaram em lágrimas.

Ou um "até já" durar uma eternidade e um "adeus" ser demasiado breve.

Um "irrevogável" durar horas e segundos mudarem irrevogavelmente a história de uma pessoa.

Já vi contos de fadas que terminaram em filmes de terror e histórias de medo que lhe souberam acrescentar "E foram felizes para sempre". 

Não sei...

tumblr_nghyldoZGZ1rn4eqmo1_400.jpgPor onde começamos?

Pelo que está certo ou pelo que nos indicam estar errado?
Pelo que nos dizem ou pelo que acreditamos?
Pelo que julgamos que nos faz feliz ou pelo que nos faz vibrar?
Pelo que parece mais fácil ou pelo que exige o melhor de nós?

 

 Diz-me tu!

Aproxima-te e escuta...

Em vários momentos da nossa existência, somos invadidos pelo desalento,
pela frustração e até por uma dor que nos dilacera o ser.
E apesar de existir em nós uma vontade de partilhar o que sentimos.
Mas escolhemos demasiadas vezes não o fazer.
Porquê?
Porque não queremos que os outros se sintam sub-carregados ou com a obrigação de nos ouvirem.
Porque não queremos mostrar ao mundo a nossa fraqueza naquele momento.
Ou que possam nutrir um sentimento de pena.
Não queremos nem desejamos que nos digam o que fazer ou dizer.
Não!
No fundo, apenas ambicionamos que nos oiçam. Sem julgamentos. Sem dedos acusadores.
Que apenas nos escute e nos deixem escolher.
Pois nós já sabemos que é apenas um dia ou um momento mau.
Mas passa!
Afinal tudo passa!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me

Calendário

Junho 2020

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930