Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ainda não acabei

"Quem lamenta as suas perdas, olha para os seus próprios pés. E quem olha para os seus pés, acha que o mundo é do tamanho dos seus passos." August Cury

"Quem lamenta as suas perdas, olha para os seus próprios pés. E quem olha para os seus pés, acha que o mundo é do tamanho dos seus passos." August Cury

Fora do plano!

the-girl-sitting-in-the-bench-sadly.jpg

Disseram-me que amar podia fazer sofrer. Mas ainda assim, eu decidi amar.
Que a saudade podia ser sentida com tamanha intensidade que poderia perder o ar. Mas ainda assim, eu permiti-me sentir.
Que a lágrima nem sempre seria de alegria. E que quem parte nem sempre regressa. Mas ainda assim, eu quis viver.
Que a distância nem sempre significa esquecimento. E que nem sempre faremos as escolhas mais acertadas. Mas ainda assim, eu optei.
Que muitas vezes eu iria cair e que algumas quedas seriam mais duras que outras. Mas ainda assim, eu quis-me entregar.
Mas quando me disseram que um dia te podia perder.

Ai percebi que a minha vida também se iria perder.

Pois eu deixaria de ouvir o som da tua voz, o toque da tua mão, o cheiro da tua pele.

E isso, eu não consigo!

Cumplicidade!

agradecimento-de-filho-para-o-pai-1.jpg

Ela não disse nada!
E ele apenas a olhou, sem que o seu olhar a fizesse de vitima e sem saber o que lhe haveria dizer.
E os seus corpos, quase que numa reacção natural, decidiram-se abraçar.
Mas aquele não era um abraço qualquer...
Era um abraço de sofrimento e de coragem;
De cumplicidade e de união;
De amor e de gratidão;
De fragilidade e de fé!
Era um abraço de quem sabia que por maior que fosse a dureza da noticia, só existia um caminho...
O caminho que juntos iriam percorrer.
O caminho em que só o Amor se faz presença. Porque afinal, desde sempre souberam que desistir ou queixarem-se, não era a solução!
Que por mais injusta que fosse a situação,
por mais revolta que se pudesse sentir,
porque só existe uma fórmula de o vencer:
de sorriso no rosto e fé no coração!

 

Muito mais...

1474736538198.jpg

Fecho os olhos e vejo o teu sorriso a iluminar a minha escuridão.
Olho a minha mão e imagino-a a segurar a tua. Os meus dedos entrelaçados nos teus.
Sinto no meu peito o bater do teu coração e o calor do teu abraço.
O sabor do teu beijo sabe a morango e inunda todo o meu palato.
Oiço a tua respiração junto do meu ouvido e o doce som da tua voz dizendo "Gosto de ti!".
E nesta loucura do sentir, não há regras nem limites.
Porque eu te quero mais do que te posso dizer e escrever.

Custa a crer!

998_large.jpg

Se tudo na nossa vida se resumisse ao certo e ao errado, quão limitados seríamos!

Se aquilo que somos se baseasse apenas na opinião dos outros, quão insignificantes seríamos!

Se os nossos sonhos fossem alicerçados nas verdades e decisões dos outros, quão fracos seriam!

Se o tempo fosse igual para todos, quão banal seria!

Porque na verdade,
Não existe ninguém acima ou abaixo de nós.
Não vivemos só de recordações do passado ou só de preocupações do futuro.
Nada nos pertence e tudo nos é oferecido.
É por isso, que digo:
Somos tão especiais e únicos!

Tenho medo!

tumblr_llv7tsjPO41qj6pjz.jpg

 Medo de amar.
Medo de fugir.
Medo de negar.
Medo de confiar.
Medo de me entregar.
Medo de me perder.
Medo de sonhar.
Medo de sofrer.
Medo de morrer.
Medo de me esquecer.
Medo que me esqueçam.
Medo que me rejeitem.
Medo que me neguem.
Medo de não ser amado.
Medo de não ser recordado.
Medo de não significar nada na vida daqueles que amo com todo o meu ser.
Medo desta minha fraqueza.
Medo desta minha humanidade.
Medo de te perder.
Medo de escrever.

Por isso, te digo:
Tenho medo!

És o meu pensamento!

11380967_889826877741122_1278135631_n.jpg

Fecho os olhos e vejo o teu sorriso a iluminar a minha escuridão.


Olho a minha mão e imagino-a a segurar a tua. Os meus dedos entrelaçados nos teus.


Sinto no meu peito o bater do teu coração e o calor do teu abraço.


O sabor do teu beijo sabe a morango e inunda todo o meu palato.


Oiço a tua respiração junto do meu ouvido e o doce som da tua voz dizendo "Gosto de ti!".


E nesta loucura do sentir, não há regras nem limites. Porque eu te quero mais do que te posso dizer e escrever.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me

Calendário

Fevereiro 2017

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728