Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ainda não acabei

"Quem lamenta as suas perdas, olha para os seus próprios pés. E quem olha para os seus pés, acha que o mundo é do tamanho dos seus passos." August Cury

"Quem lamenta as suas perdas, olha para os seus próprios pés. E quem olha para os seus pés, acha que o mundo é do tamanho dos seus passos." August Cury

Quanto vale?

A dor aproxima-nos da nossa humanidade.
É nesse exato momento que nos acercamos da nossa essência, daquilo que realmente somos, sem máscaras, sem pedestais, sem "se's" ou "mas's".
A dor é o momento mais complexo e perverso que existe.
Complexo, porque é através dela que acedemos ao mais puro de nós...
Perverso, porque é preciso vivê-la para descobrirmos esse outro lado do nosso infindável ser.

E este caminho, é tão doloroso quanto magnífico.
Não vale a pena saltar etapas.
Não serve de nada camuflar sentimentos.
Não importa o que se diz ou se faça, sempre estará presente.

É preciso sofrer...
É preciso chorar...
É preciso vivê-la...
Porquê?

Porque nos tornaremos melhores pessoas.
E isso, quanto vale?

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me

Calendário

Janeiro 2014

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031