Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ainda não acabei

"Quem lamenta as suas perdas, olha para os seus próprios pés. E quem olha para os seus pés, acha que o mundo é do tamanho dos seus passos." August Cury

"Quem lamenta as suas perdas, olha para os seus próprios pés. E quem olha para os seus pés, acha que o mundo é do tamanho dos seus passos." August Cury

Marcas d'água


Existem dias que custam mais a passar que outros;
Existem momentos que duram mais que outros;
Mas existe sempre um momento em que a solidão é maior do que qualquer dor.
Pois quando se vive um bom ou um mau momento, é que te apercebes que por mais amigos e falo de bons amigos, que se possa ter, não existe aquela pessoa…
Aquela pessoa, que faz todo o teu mundo ter sentido;
Aquela pessoa, que nos segura a mão e nos segreda “eu estou contigo!”;
Aquela pessoa, que nos sustenta num abraço e nos preenche num olhar;
Aquela pessoa, que nos marca de uma forma tão única e séria, que mesmo com o passar do tempo, a sua marca em nós, perdura;
E por isso, sentir saudades, não é forçosamente olhar só para trás, é antes reconhecer que a marca daquela pessoa é especial. É olhar para esta marca e reconhecer que só o Amor de verdade pode fazer algo tão belo, tão único, tão intemporal.
E sentir a solidão não é mais do que dar valor ao que se viveu e cresceu. Sabendo e reconhecendo que muitas pessoas passaram e irão passar na nossa vida, mas poucas tiveram ou terão o direito de nos gravar no peito esta marca intemporal, que o mundo o não vê mas que existem bem no centro do nosso Eu.


Uma braçada amiga

"Prometeram-nos a FELICIDADE,não a FACILIDADE!"


E a nossa vida é apenas e só isso… Um jogo!
Um jogo que existe num espaço e num tempo concreto e definido,
Onde cada sonho;
Onde cada opção;
Onde cada sentimentos;
Onde cada palavra;
Onde cada momento;
São apenas um conjunto de “coisas” na construção e realização do nosso Eu.

Um Eu,
Que chora e que ri;
Que ama e desama;
Que abraça e afasta;
Que sente e realiza;
Que deseja e quer;
Que ganha e perde;
Que corre e pára;
Que grita e não se ouve;
Que opta e é obrigado;
Que inicia e conclui;

Mas é um Eu, que acima de tudo vive a sua vida, como se fosse a primeira e única oportunidade que tem para atingir aquilo que é mais sagrado e prometido… A FELICIDADE!

Uma braçada amiga

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me

Calendário

Abril 2009

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930