Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ainda não acabei

"Quem lamenta as suas perdas, olha para os seus próprios pés. E quem olha para os seus pés, acha que o mundo é do tamanho dos seus passos." August Cury

"Quem lamenta as suas perdas, olha para os seus próprios pés. E quem olha para os seus pés, acha que o mundo é do tamanho dos seus passos." August Cury

Na berma do caminho observo...



Um caminho que nem sempre foi plano, mas que teve alguns desvios, onde existiram inclinações e alguns desnÍveis... Onde em certos momentos, me afastei daquilo que acreditava e de quem amava. Durante esse trilho, apenas percebi que aguardava por quem me trouxesse um pouco de paz, de amor, de felicidade...
Mas eu estava muito longe desse caminho...

Hoje ao olhar o caminho já percorrido, rapidamente recordo as vezes em que o desejo de querer recuar, foi bem maior do que a vontade de avançar. Muitas vezes, durante este percurso senti a necessidade de sair de cena, como se fosse um mau actor... Este caminho, é um jogo... O jogo da minha vida, onde sou a todo o momento o jogador principal e tantas vezes o meu principal adversário...

E é agora que percebo que foram nestes momentos, aqueles em que o meu coração
... Te procurou e nunca Te encontrou...
... Te esperou e nunca Te alcançou...
... Te chamou e que nunca Te viu...

Porém, neste momento de pausa, vejo o quanto tudo aquilo que pensava estava errado...
Não Te encontrava, porque na verdade nunca Te procurei...
Não Te alcancei, porque na verdade eu não esperava por Ti, mas esperava por alguém que não sei quem é, nem de onde vêm ou até para onde vai...
Nunca Te vi, porque "o essencial é invisível aos olhos"...

Não me basta ter consciência disto, é preciso que em cada momento da minha vida eu esteja disposto a dar o melhor de mim; que esteja disposto amar o outro, não do meu jeito mas da forma que ele é; é preciso que tenha a coragem de admitir a minha fraqueza;e que no fim de tudo eu olhe para o lado e caminhe com quem se encontra ao meu lado...

Na berma deste caminho observo que a minha vida é fruto das minhas opções, das minhas atitudes, dos meus gestos. E que seja qual for o rumo que eu decida, haverá sempre Alguém que caminha ao meu lado, mesmo que tantas vezes eu não veja...

Uma braçada amiga

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me

Calendário

Junho 2007

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930