Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ainda não acabei

"Quem lamenta as suas perdas, olha para os seus próprios pés. E quem olha para os seus pés, acha que o mundo é do tamanho dos seus passos." August Cury

"Quem lamenta as suas perdas, olha para os seus próprios pés. E quem olha para os seus pés, acha que o mundo é do tamanho dos seus passos." August Cury

Quanto vale?


Nestes últimos tempos, tenho pensado muito no valor da vida humana e naquilo que nós fazemos dela e com a dos outros.
Na verdade, cada dia que passa, dentro de mim aumentam os ecos destas perguntas...

- Quanto vale a tua vida?
- Quanto vale a vida daqueles que amas verdadeiramente?
- Quanto valem?

Normalmente digo que cada um de nós tem o seu preço...
Muitos dirão que não, pois não sabem o seu valor, nem conseguem imaginar. Outros irão concordar comigo. Mas a verdade é que todos nós temos um preço...

Eu, sei qual foi o valor que pagou por mim. Aliás, que pagariam, se de novo fosse preciso.
Porém com uma diferença, é que o valor que foi pago, não me é cobrado, não me pedem que produza mais ou que faça mais horas.
Nada disso.
Apenas me pedem que AME, mas não ao meu jeito, mas do Seu jeito. Que não julgue; que não critique; que não destrua; que não tenha medo (preconceitos). Apenas que ame de verdade e com verdade.
Pode parecer fácil, mas não é...
Porém, o valor do meu resgate, também não foi baixo.
Por mim, por ti, por nós, Ele deu a própria vida.

Acredito que deves pensar, que por ti não, pois não acreditas...
Deixa-me que te diga, que TALVEZ Ele tenha mesmo oferecido a Sua vida por ti...
TALVEZ Ele te ame tanto que não percebes isso. Porque só sabes amar condicionalmente... TALVEZ o teu coração busque Aquele que deu a vida por ti...
TALVEZ Ele exista...
TALVEZ tu saibas isso, mas preferes fingir que não sabes...

Afinal, TALVEZ Ele te ame tanto, que pagou com a Sua própria vida o teu resgate. E tu, como são consegues ver lógica nisto, não aceitas.

Porém, viverás sempre com este TALVEZ, enquanto não te deixares "seduzir" por este Alguém que apenas te pede «Ama-os, como Eu os amei...»

E será esse Talvez, que te fará ouvir muitas vezes Aquela voz dentro de ti que te segreda em todos os momentos, e com mais força nos mais difícieis... «Tu és muito precioso(a) para Mim...»
Diz-me agora, quanto vale a tua vida?

Uma braçada amiga

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me

Calendário

Março 2007

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031