Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ainda não acabei

"Quem lamenta as suas perdas, olha para os seus próprios pés. E quem olha para os seus pés, acha que o mundo é do tamanho dos seus passos." August Cury

"Quem lamenta as suas perdas, olha para os seus próprios pés. E quem olha para os seus pés, acha que o mundo é do tamanho dos seus passos." August Cury

Quem?

vans-invisible-man.jpg

Quem foi que disse que os dias eram todos iguais?
Quem foi que disse que as horas têm todas a mesma duração?
Quem foi que disse que todos os sonhos se realizam?
Quem foi que disse que todas as histórias terminam com o "e foram felizes para sempre!"?
Quem foi que disse o Amor supera todos os obstáculos?
Quem foi que disse que esperar é uma virtude?
Quem foi que disse que a idade traz sabedoria e discernimento?
Quem foi que disse?

Não sei...

 

Free falling!

tumblr_inline_n9pe0simuX1sjaaj2.jpg

Só!
É assim que tantas vezes nos sentimos.
Sós!
Num mundo cheio de opções.
Numa vida preenchida de fugacidade.
Em que os sentimentos são intensos.
Onde a verdade é frágil.
Onde o TER "fica" melhor do que o SER.
Seduções.
Ilusões.
Mas no meio de tudo isto, cada um de nós é uma pequena ilha. Onde somos abandonados à sorte.
E por isso, não te iludas...
É na solidão que existimos e dela não fugimos.
Mesmo que tantas vezes, se tente calar a sua voz com o "barulho das luzes". 

Vamos à luta!

boxing-wallpaper-for-mobile-2.jpg

Há dias em que o cansaço toma conta de mim.
Deste corpo e desta mente.
Onde sucumbir ao desânimo e à frustração é demasiado fácil.
Onde ficar parece ser a única opção.
E é por entre as horas de luz fusca que o meu ser levita.
Com a maior das certezas, que aquilo que me segura é uma leve e ténue linha.
E é neste flutuar que tantas vezes me encontro. Que redescubro e me reinvento, convicto que mais vale partir que vergar.
E é com essa convicção que deixo esse estado e de mangas arregaçadas faço-me à luta.
Porque a vida não se gasta.
O que se gasta, é falta de se viver plenamente. 

Simplicidade!

ben-white-181778-1068x713.jpg

De coração aberto aceito o que não posso mudar.
Mesmo quando nesta aceitação existe mais sofrimento do que compreensão. Mas a vida ensinou-me que o tempo dos Homens não é o tempo de Deus.
E por muito que custe, aceitar o que não compreendo não é uma obrigação, mas é o caminho que se aceita fazer.

De braços aberto tento abraçar o mundo.
Mesmo quando sei que tantas vezes é o meu mundo aquele que não consigo abraçar.
Porque tantas vezes na necessidade de dar, acabo por me esquecer de mim.
E tantas vezes, não é egoísmo mas antes a vontade. Mas se fosse egoísmo, ainda assim seria perdoado. Porque ninguém dá o que não possui.

 

Eu sou!

a-tristeza-como-um-tapa.html.jpg

Sou de tempos que não cabem no tempo.
Onde não existem regras mas vontades.
E sentir é melhor do que fingir.

Sou de tempos que não cabem no tempo.
Onde cada momento absorve o melhor de mim.
E realizar é mais estimulante que assistir.

Sou de tempos modernos e antigos.
De vontade de hoje e de ontem.
De beijos demorados e rápidos.
De desejos fugazes e eternos.

Porque afinal eu sou mais do que tudo...
Intensidade!

 

Ainda não acabei....

idosos-amor.jpg

Vivi anos ao teu lado e ainda assim não foram suficientes.
Sussurei-te em cada amanhecer o quão grato eu era por acordar ao teu lado. E em cada beijo que te dava, colocava em silêncio o meu mundo. Pois sem ti ele não existia. Tu eras a sua guardiã!
Cada sorriso teu, iluminava cada sombra minha.
E as minhas dúvidas, tu transformaste em certezas.
Fizeste dos nossos sonhos, realidade.
E de mim o homem mais feliz do mundo.
Só tu me bastavas!
Só tu sabias que do alto da minha teimosia, eu era (e sou) um coração mole.
E quando tudo em mim era caos. Tu chegavas e em silêncio dizias-me: "Estou aqui"!
Abracei-te várias vezes com a vontade que o tempo parasse.
Mas ele nunca parou.
E levou-te de mim!
E eu ainda hoje espero que a porta se abra e me digas "já cheguei!"
Porque afinal eu ainda não acabei de te amar...

Vive!

749668255.jpg

Caminha comigo!
Mesmo que seja sem sair do mesmo sitio.

Sonha comigo!
Mesmo que seja de olhos abertos.

Canta comigo!
Mesmo que seja fora do tom.

Conjuga comigo!
Mesmo que seja numa língua diferente.

Sorri comigo!
Mesmo que não te apeteça.

Ama comigo!
Mesmo que seja uma utopia.

Um dia iremos compreender que a felicidade se faz da partilha.
E que a vida não se gasta ou se esgota nela própria. Mas antes no tempo que não se faz presente.
Porque a vida só é vida se vivida. Caso contrário é passagem.

Estranha realidade...

10razoes-erradas-para-namorar-620x413.jpg

Somos demasiadas vezes confrontados, quer exterior quer interiormente, por um sentimento, por uma pressão, de um lógica mundana e de um dedo acusador. Porque nos colocámos acima de tudo e de todos. Porque fomos capazes de nos escolher e de nos amarmos em primeiro lugar.
Mas o mundo acha que é egoísmo.
Que é uma decisão errada.
O mundo, o mesmo que festeja connosco o sucesso e se esquece de nós no insucesso.
O mundo, que aponta e julga mas que é feito de telhados de vidro.
O mundo, que te diz "sê resiliente" mas que nisso vê "teimosia".
Só que nem sempre o mundo está certo e nós errados.
E muitas vezes, fazemos as coisas erradas mas pelos motivos certos.
E essa é a beleza da vida humana.

 

Simples e bela!

tumblr_liqmptiq4X1qekctfo1_500.jpg

 Há sempre algo mais...
Que escapa à nossa compreensão. Ao nosso pensamento. Ao nosso controlo.
E mesmo quando julgamos estar na posse de todas as informações, há um ponto que deu lugar a uma vírgula. E já toda a história mudou!
Há factos que nos mudam para sempre. Que nos fazem ser mais emotivos e/ou racionais.
Experiências que nos cravam no corpo as marcas dos sacrifícios e dos desamores.
Sentimentos que já não nos fazem "morrer de saudades" ou "correr".
Porque o tempo e a vida nos mostraram, e às vezes da maneira mais bruta, que a nossa pseudo capacidade de controlar tudo, é uma utopia.
Porque a vida não cabe na mente humana. Mas cabe em cada inspiração do ser humano.
Afinal, o que escapa à vida, é a nossa incapacidade de a manter simples e bela.

Pelo menos para mim!

blogger-image-1868692773.jpg

Da minha janela vejo a estrela mais bela.
Não é a mais cintilante.
Nem tão pouco a maior do firmamento.
Não é sequer a única.
Nem a principal.
Mas é para mim, a mais bela.
Porque na sua pequenez, ousa brilhar.
Porque na sua insignificante existência, ousa estar.
Porque na multidão, ousa ser especial.
Porque na escuridão, ousa ser uma referência.

Da minha janela vejo a estrela mais bela.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me

Calendário

Junho 2018

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930